Está aqui

Regulamento do Concurso "Conta-nos uma história!"

  Apresentação      |      Regulamento      |      Materiais de apoio      |         Formulários      |    Perguntas Frequentes      |    Resultados

 

1. Apresentação

O concurso “Conta-nos uma história!” é uma iniciativa promovida pelo Ministério da Educação (ME), através da Direção-Geral da Educação (DGE), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e do Plano Nacional de Leitura (PNL), em parceria com a Microsoft e a Associação Portuguesa de Professores de Inglês (APPI). O concurso implica a conceção e desenvolvimento de recursos digitais áudio e vídeo, que consistam na produção colaborativa de uma história original ou no reconto de histórias já existentes (por exemplo, contos, fábulas, parábolas, mitos ou lendas).
 

 

2. Objetivos
Os objetivos deste concurso são os seguintes:
a)    Promover a apropriação da tecnologia digital no desenvolvimento das literacias;
b)    Promover a leitura;
c)    Promover a criatividade;
d)    Desenvolver e aprofundar, nos alunos participantes, a expressão escrita e/ou a competência de leitura expressiva, no caso de alunos escreventes, e a criatividade oral, no caso de alunos da educação pré-escolar;
e)    Envolver os participantes no conto ou reconto colaborativo de histórias;
f)    Promover a utilização dos recursos educativos e a utilização da biblioteca escolar;
g)    Divulgar e partilhar com a comunidade educativa os recursos educativos desenvolvidos nas várias escolas;
h)    Promover a ligação com a comunidade envolvente.
i)     Desenvolver competências linguísticas em língua inglesa;
j)     Promover o gosto pela literatura infantil em língua inglesa.
 

3. Destinatários
O concurso é dirigido a grupos de crianças de estabelecimentos de educação e alunos da educação básica, públicos e privados.

O concurso contempla quatro categorias de candidatura: 
a) Educação Pré-Escolar (em língua portuguesa);
b) 1.º e 2.º anos do Ensino Básico (em língua portuguesa);
c) 3.º e 4.º anos do Ensino Básico (em língua portuguesa);
d) 3.º e 4.º anos do Ensino Básico 
(em língua inglesa).

4. Natureza dos projetos
4.1. Características:

a)    Consideram-se recursos digitais as histórias narradas digitalmente e de forma colaborativa por alunos dos níveis de educação e ensino identificados acima;
b)    Os projetos devem contar, ou recontar, histórias contendo um narrador e diferentes personagens, sendo obrigatória a existência de diálogos;
c)    No caso do reconto de histórias, podem servir-lhe de base contos, fábulas, parábolas, mitos, lendas, etc., devendo sempre indicar as fontes.

4.2. Formatos
O concurso contempla dois formatos de projetos em cada uma das categorias:
a) Formato áudio 
b) Formato vídeo 

4.3. Especificação dos formatos:
4.3.1. Formato áudio:
•    O trabalho final deve ser registado num dos seguintes formatos de áudio digital: mp3, wma, Ogg Vorbis e FLAC;
•    O ficheiro de áudio não deve exceder os 15 MB nem a duração máxima de 5 minutos de gravação. 

4.3.2. Formato vídeo:
•    O trabalho final deve ser registado num dos seguintes formatos de vídeo digital: flv, mpeg e wmv;
•    O ficheiro de vídeo não deve exceder os 40 MB nem a duração máxima de 3 minutos de gravação;
•    As dimensões do vídeo devem ser, preferencialmente, 320*240 [3:4] ou 428*240 [16:9]. Caso contrário, estas serão ajustadas aos valores referidos, podendo a sua qualidade e visualização ficarem comprometidas.
 

5. Condições de candidatura
5.1. Candidatos
a) Os projetos devem ser realizados por grupos de crianças/alunos, com supervisão de um docente;
b) Considera-se como candidata uma turma ou grupo, do mesmo estabelecimento, com um número máximo de 30 alunos;
b) Cada escola pode concorrer com o número de turmas/equipas que conseguir mobilizar;
e) Cada turma/equipa pode participar com um trabalho em cada uma das categorias (áudio e vídeo);
f) Não se aceitam candidaturas de alunos e docentes a título individual.

5.2. Inscrição
a) A inscrição do projeto efectua-se mediante o preenchimento de um formulário disponível em http://www.erte.dge.mec.pt/concurso-conta-nos-uma-historia
b) Apenas serão aceites as candidaturas formalizadas através deste formulário;
c) Cabe ao docente responsável por cada turma/equipa participante, preencher o formulário de inscrição online, assim como enviar o trabalho final;
d) O docente deverá garantir a autorização, por parte dos Encarregados de Educação, da participação dos alunos envolvidos neste concurso.  

6. Apoio às equipas 
6.1. É disponibilizada uma página de apoio às equipas que pretendam participar neste concurso: http://www.erte.dge.mec.pt/concurso-conta-nos-uma-historia
6.2. Para o apoio na realização dos projetos são disponibilizados recursos formativos: http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/escolas/livrosrecomendados.php?idLivrosAreas=16

7. Apresentação do trabalho final
7.1. Formato áudio
a)    Ficheiro áudio que cumpra o ponto 4.3.1;
b)    Uma imagem que identifique o recurso produzido (jpg, png, bmp ou gif);
c)    O ficheiro deve ser enviado através do formulário disponível em: http://www.erte.dge.mec.pt/concurso-conta-nos-uma-historia.

7.2. Formato vídeo
a)    Ficheiro vídeo que cumpra a alínea b) do ponto 4.3.2;
b)    O ficheiro deve ser enviado através do formulário disponível em: http://www.erte.dge.mec.pt/concurso-conta-nos-uma-historia.

8. Prazos
8.1. A inscrição no concurso deverá ser realizada até 15 de janeiro de 2017, através do preenchimento do formulário disponível em: http://www.erte.dge.mec.pt/concurso-conta-nos-uma-historia;
8.2. O envio do(s) projeto(s) deverá ser realizado entre o dia 16 de janeiro a 31 de março de 2017, através do preenchimento do formulário disponível em: http://www.erte.dge.mec.pt/concurso-conta-nos-uma-historia;   
8.3. O período de apreciação dos projetos decorrerá até 31 de maio de 2017.

9. Critérios de apreciação
Os projetos a concurso serão apreciados de acordo com os seguintes critérios:

9.1. Histórias em formato áudio
•    Originalidade/Criatividade;
•    Evidência da participação dos alunos;
•    Presença de diferentes vozes (narrador, personagens… );
•    Clareza da narrativa e locução;
•    Utilização de sons (música, sons da natureza, sons de animais, entre outros);
•    Originalidade/adequação da imagem que acompanha a história;
•    Identificação de todas as fontes utilizadas.

9.2. Histórias em formato vídeo
•   Originalidade/Criatividade;
•    Evidência da participação dos alunos;
•    Presença de diferentes vozes (narrador, personagens… );
•    Clareza da narrativa e locução;
•    Utilização de sons (música, sons da natureza, sons de animais, entre outros);
•    Qualidade e diversidade das imagens e/ou vídeos incluídos;
•    Utilização adequada das funcionalidades disponíveis nos programas utilizados;
•    Identificação de todas as fontes utilizadas.

10. Júri
O Júri do Concurso será constituído por elementos da DGE, RBE, PNL, Microsoft, APPI e por outros elementos convidados de reconhecida experiência na área da utilização educativa das TIC. 
Das decisões do júri não haverá lugar a recurso. 
 

11. Prémios
Serão premiados os 3 melhores trabalhos de cada nível de ensino (pré-escolar; 1.º e 2.º anos e 3.º e 4.º anos), em cada uma das categorias (áudio e vídeo).
 

12. Licenciamento
Todos os trabalhos oponentes ao concurso serão disponibilizados publicamente sob uma licença Creative Commons, do tipo Atribuição – Partilha nos Termos da Mesma Licença (by-sa) (ver http://www.creativecommons.pt/cms/view/id/28/).
 

13. Disposições finais

Todos os casos omissos neste regulamento serão resolvidos pelos elementos constituintes do Júri.